Como a meditação pode ajudar a reduzir a ansiedade?


Ansiedade é um estado emocional que faz a pessoa se sentir impotente e indefesa diante de um futuro que parece perigoso e incerto. Uma sensação de alerta constante que não nos permite relaxar, uma intensa e eterna vontade de poder antecipar os acontecimentos na tentativa de controlá-los ou prever possíveis danos.

É um sentimento natural do ser humano e fundamental para nos manter vivos diante de situações de perigo iminente, mas que se torna patológica quando sentida de forma constante e desnecessariamente. E é isso que vem acontecendo com milhares de pessoas. Segundo especialistas, a ansiedade tornou-se o transtorno mental mais frequente no mundo – superando até a depressão. E o Brasil é o pais com o maior índice de ansiosos, segunda a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Principais sintomas e formas de tratamento

As sensações causadas pelo transtorno de ansiedade são inúmeras, mas é bem comum relatos de agitação constante, angústia, nervosismo excessivo, medo frequente e até mesmo crises de pânico. Os sentimentos de falta de segurança e estresse começam aos poucos a afetar o sono, a rotina de trabalho e a vida social dos ansiosos, que vão se sentindo cada vez mais agitados e vulneráveis.

Somente especialistas – psicólogos, médicos e terapeutas especializados – podem avaliar o quadro clínico dos ansiosos e dizer se os sintomas apresentados estão além do que é considerado normal. O tratamento mais comum envolve medicamentos específicos que diminuem a tensão – os chamados ansiolíticos -, que só podem ser prescritos por um médico, acompanhado de um processo terapêutico.

A psicoterapia e outros tipos de terapias investigativas são fundamentais para ajudar as pessoas a entender quais os fatores que desencadeiam as crises de ansiedade – gatilhos – e de que forma elas podem compreender e elaborar os sentimentos ruins que emergem com o transtorno. A prática frequente de atividades físicas e terapias complementares como acupuntura, massagens e reiki também podem ser muito úteis.

Como a meditação pode ajudar?

A meditação pode contribuir muito no controle da ansiedade porque é um exercício mental cujo principal objetivo é trazer a atenção para o momento presente. E a principal dificuldade de quem sofre com ansiedade é justamente permanecer no “aqui e agora”, pois está sempre preocupado e temeroso com o futuro.

A prática também nos auxilia a observar os pensamentos e sentimentos sem julgá-los e sem se deixar levar por eles. E por isso, é muito eficaz para acalmar os pensamentos negativos e a sensação de insegurança criada com frequência pela mente da pessoa ansiosa.

A respiração consciente e constante é outro aspecto da meditação que pode ajudar muito a reduzir a ansiedade. Ao coordenar o ritmo da entrada e saída do ar pelo nariz e pulmões, naturalmente também diminuímos a aceleração cardíaca e, com isso, reduzimos a sensação de estresse e perigo, facilitando o restabelecimento do equilíbrio emocional.

Portanto, se você sofre com transtorno de ansiedade, saiba que a meditação é uma ferramenta simples e muito eficaz na busca por uma vida mais alegre e tranquila. Vamos praticar?

Time Positiv
Time Positiv

A Positiv é uma comunidade de instrutores e meditadores que tem como propósito “despertar as pessoas para uma vida positiva com práticas que regeneram”.

Baixe o aplicativo da Positiv para desenvolver seu máximo potencial com a calma trazida pela meditação, com a saúde trazida pelas nossas masterclasses e com a elevação de espírito trazida pelas músicas de nossos incríveis artistas e guias que fazem parte de nossa crescente comunidade.